PRÓLOGO EOCEOI

Eu tentava fugir, mas era em vão. Não havia escolha senão percorrer os dois caminhos, Céu e Inferno. Contudo, o inferno conseguia tomar posse da minha mente e do meu corpo. E o céu, entrava em desespero ao me ver na escuridão. 
Eu tentava, de todas as maneiras possíveis, acompanhar o céu. E por algum tempo, consegui fazer com que ele me acompanhasse. E mesmo sabendo que o faria sofrer mostrando esse caminho obscuro, eu ainda insistia para que ele me seguisse. 
Depois de um tempo, meu céu preferiu rumar seu árduo e notável caminho ao paraíso. Mas eu insistia em viver nas sombras do inferno. E quando eu achava que tudo estava perdido, ele – o meu céu – voltou a mostrar-me o caminho da luz. Desta vez, decidi segui-lo sem hesitar. Eu só não contava com um detalhe, de que meu inferno, não me deixaria entrar no paraíso e faria de tudo para que eu caminhasse em sua companhia para o purgatório. Foi quando tomei uma decisão que mudaria todo o curso da minha vida e da vida de pessoas que eu muito amava. Porém, céu e inferno não deixariam isso barato e se enfrentariam por conta dessa decisão. 

Céu e Inferno 

Quem venceria essa batalha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário